Família Rosaceae: Qual a definição

FAMÍLIA ROSACEAE

A família Rosaceae pode ser considerada uma das mais diversificadas no clado de angiospermas, possuindo cerca de 3000 espécies e 90 gêneros, representantes dessa grande família, que abrange plantas ornamentais, como as rosas (Rosa sp.), e frutíferas, como a maçã (Malus sp.).

O nome da família é derivado do gênero Rosa, cujas espécies são bem conhecidas, devido ao seu valor ornamental.

A família inclui desde espécies herbáceas (Fragaria), arbustivas até arbóreas (Prunus). A maioria das espécies é decídua, pois ocorre em climas com elevada sazonalidade. A maior parte das espécies é perene, inclusive entre as formas herbáceas, mas também há espécies anuais.

Folhas

As folhas são geralmente arranjadas de forma espiral e alternas ao longo do caule, mas em algumas espécies observa-se folhas opostas. As folhas podem ser simples ou compostas, do tipo pinadas ou do tipo palmada, com folíolo terminal ímpar ou pareado. Folhas compostas ocorrem em cerca de 30 gêneros. A margem foliar é geralmente serreada possuindo uma glândula secretora em cada “dente”. Estípulas pareadas estão geralmente presentes e essa característica é considerada primitiva na família e foi independentemente perdida em muitos grupos de Amygdaloideae (previamente chamada Spiraeoideae). As estípulas às vezes são adnatas (aderidas) à base do pecíolo foliar, como, por exemplo, em Rosa.

Flores

As flores são isoladas, axilares dispostas em tipos variados de inflorescências (racemos, espigas, cimeiras etc), fores isoladas são raras. As flores geralmente são hermafroditas, mas podem ocorrer formas andrógenas ou unissexuadas (Fragaria). São actinomorfas, ou seja, radialmente simétricas, diclamídeas, com hipanto plano em forma de taça ou cilindro (característica importante da família) e geralmente possuem cinco sépalas (cálice com perfloração valvar e dialissépalo), cinco pétalas (com perfloração imbricada e corola dialipétala) e números de estames múltiplos de cinco, arranjados de modo espiral. O ovário pode ser súpero ou ínfero e número de ovários pode variar de um a mais de uma centena dependendo do gênero. Geralmente há um ou dois óvulos por ovário. Os filetes podem ser unidos ao nectário ou livres, com anteras elipsoidais ou globosas, raramente poricidas. O pólen é tricolporado.

Frutos

Podem ser dos mais diversos tipos, podendo ser simples ou compostos, havendo casos de participarem de sua formação não só os carpelos, mas todo o receptáculo. Alguns dos tipos de frutos que ocorre são folículos, cápsulas, nozes, aquênios ou agregados de aquênios (Fragaria), drupas (Prunus) e pseudofrutos (Malus).

O desenvolvimento da semente pode ocorrer por apomixia, ou seja, formação de embrião a partir de tecido do óvulo com bagagem genética materna, sem fecundação. Alguns gêneros em que esse fenômeno é comum: Cotoneaster, Rosa, Sorbus, Crataegus, Alchemilla, Potentilla e Rubus. Essa característica dificulta a análise taxonômica e a subdivisão dos gêneros em espécies.

Diversas das frutas utilizadas na alimentação humana são frutos de rosáceas. Nas sementes de diversas espécies ocorre amigdalina o que pode liberar cianeto durante a digestão, que pode causar envenenamento.

Distribuição geográfica no mundo

A família Rosaceae tem distribuição cosmopolita, sendo encontrada em todos os continentes, possuindo maior diversidade no hemisfério Norte e na América. Tendo exceção em lugares de geleiras permanentes, como a Antártida e Groenlândia, e desertos, quentes e secos.

Distribuição geográfica no Brasil

No Brasil, encontra-se um gênero endêmico com 10 espécies endêmicas, sendo que essa família é bem diversificada em grande parte do território brasileiro, tendo ocorrências confirmadas nas regiões:

  • Norte: (Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia, Tocantins) – Exceto Roraima
  • Nordeste: (Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe)
  • Centro-Oeste: (Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso)
  • Sudeste: (Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo)
  • Sul: (Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *