Bagas: Pequenas frutas que devemos consumir

BAGAS

Bagas: significam quaisquer pequenas frutas, que podem ser totalmente consumidas e que, eventualmente, não possuem sementes. Essas frutas são deliciosas e devem ser incorporadas em nossa dieta como alimentos saudáveis.

O gênero botânico Rubus, vulgarmente designado por “silvas” em Portugal e “amoras” no Brasil, fornece as chamadas pseudobagas. As mais conhecidas frutas desse grupo são as amoras silvestres e as framboesas, mas outras, híbridas, como as amoras-pretas e amoras-framboesas são também muito populares.

Há várias espécies e variedades de frutos silvestres, que podem provir de silvas (com espinhos) ou não.

As seguintes frutas são consideradas como frutos silvestres:

  • Amora-silvestre – designação comum às espécies do género Rubus
  • Amora-framboesa, (Rubus loganobaccus);
  • Amora-preta (Rubus brasiliensis Martius);
  • Amora-branca-silvestre ou Cloudberries;
  • Framboesa, que possui diversas espécies;
  • Bagas Zimbro (maduras (púrpura) e imaturas (verde) numa ramagem de Juniperus communis.)
  • Cerejas, designação que inclui muitas espécies e híbridos:
  • Azereiro (Prunus lusitanica);
  • Cereja-ácida ou ginja (Prunus cerasus);
  • Cereja-doce (Prunus avium);
  • Cereja-do-japão (Prunus serrulata);
  • Cereja-negra ou sakura (Prunus serotina);

As verdadeiras bagas estão predominantemente na família Ericaceae, estando muito adaptadas ao subártico:

  • Arando
  • Mirtilo
  • Baga-rosa-da-montanha (Leptecophylla juniperina), conhecida como mountain pinkberry
  • Uva-de-urso ou Arctostaphylos (Arctostaphylos manzanita)
  • Medronheiro (Arbutus unedo)

Outras bagas que não são das famílias Rosaceae nem Ericaceae:

  • Amora (Morus spp.; Moraceae)
  • Espinho-de-areia ou espinheiro-marítimo (Hippophae rhamnoides)
  • Fruta-milagrosa (Synsepalum dulcificum; Sapotaceae), da África Ocidental
  • Frutos do gênero Berberis (família das Berberidaceae)
  • Frutos do gênero Empetrum (família das Empetraceae)
  • Frutos do gênero Celastrus (família das Celastraceae)
  • Frutos do gênero Carissa (família das Apocynaceae)
  • Frutos do gênero Cassytha (família das Lauraceae)
  • Frutos do gênero Cryptocarya (família das Lauraceae)
  • Frutos do gênero Viburnum (família das Caprifoliaceae)
  • Groselha (Ribes spp.; Grossulariaceae), com variedades vermelha, preta e branca.
  • Madressilva: as bagas de algumas espécies são comestíveis, outras são venenosas (Lonicera spp.; Caprifoliaceae)
  • Maqui (Aristotelia chilensis; Elaeocarpaceae)
  • Sabugo, baga do sabugueiro (Sambucus; Caprifoliaceae, em particular da espécie Sambucus nigra)
  • Sinforina (Lycium barbarum, Lycium spp.; Solanaceae)
  • Ugni (Ugni molinae)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *